quinta-feira, 23 de abril de 2015

VOPC-Maldito Colar: Decimo segundo capitulo

12°Capitulo: Recebo uma péssima noticia
         Acordei de um sonho estranho com o colar, estava começando a me preocupar no porque estar sonhando repetidamente. O cenário mudava, mas sempre o colar estava lá. Hoje foi mas estranho da semana: O lugar era escuro, estava perdida e olhava para os lados sem rumo aparente. Olhei para minha frente e vi dois colares, sol e lua, brilharem na escuridão aterrorizante. Percebi que se tratava do meu colar e do Justin... eles estavam colado, unidos pelo cordão e não amarrado. Era como se fosse... produzidos desse jeito...

        Tentando tirar isso da minha cabeça fui para a cozinha. Abri a geladeira e olhei dentro olhando se tinha algum ingrediente que me dissesse o que fazer para o café da manhã. Peguei os ingrediente colocando na mesa já decida de fazer panquecas. Coloquei avental xadrez,e começando a misturar os ingredientes na tigela preparando. Logo aparece a Aplil com sua normal cara que ela possui ao acordar cedo.

        Mal abria os olhos direito. Coçava os olhos enquanto rastejava para dentro da cozinha. Seus lindos cabelos loiros estava bastante bagunçado. Não aguentei e comecei a gargalhar. 

Eu: HAHAHAHAHAHA 
Aplil: O que foi Mari? afffz ¬¬-Disse irritada rolando os olhos.
Eu: Você HAHAHHA com essa sua cara HAHAHAH. Não dormiu a noite não?
Aplil: Dormi, mas ainda to com sono. E você sabe que eu odeio acordar cedo –Disse emburrada.
Eu: É mas... como você acordou agora então? Já que é 6 hrs da manhã
Aplil: Simples: Ouvi barulhos na cozinha, por isso.
Eu: Não sou barulhenta não ta hunf.
Aplil: Affz ¬¬... ah Mari, tenho que contar uma coisa....
Eu: O que? O.O

       Ai deus, será que ela descobriu? Oh god, eu não quero morrer agora não O.O

Aplil: Sabe, hoje anoite vamos fazer um jantar por que... o Justin vai vir aqui jantar...

       Fiquei parada, imóvel com a boca aberta, no no isso não pode ser verdade! Logo aquele desgraçado, vigarista, lindo, gost.... o que eu to falando? Foca Mari, FOCA!

(Autora:Olha a Foca, foca foquinha, focona, vem focar, foca ali, foca la 8) /Mari: Autora, você esta bem? /Autora: To 8), pq? /Mari: Pq não parece O.O/ Autora: Vai logo Mari, vai la focar, OLHA A FOCAAAA/ Aplil: Cada dia que passa essa diretora ta mais louca/ Autora: LOOOOOOOOOOOOOOOUUCAAAA, LOUQUINHA, DA UMA IMPINADINHA )
Agora, vamos para os comerciais...
Justin: Pera, isso é um filme/serie sei la, ou um programa de calouros?
Autora: Sei la..
Mari: Mas vc q esta escrevendo
Autora: Ah é eu? Bom..... O Q ESTÃO FAZENDO AQUI? VOLTAM PARA OS SEUS LUGARES
Todos: Ta diretora O.O
Voltando para o filme V.O.P.C

Aplil: Ei Mari, Mari acorda? Ta na terra ainda? –Disse enquanto estralava os dedos em frente ao meu rosto.
Mari: Ãh? Ah desculpe Aplil. É que eu estava... Pensando.... mas o que você disse é... Verdade?
Aplil: Sim é verdade. Alias, nesses dias atrás, eu tinha encontrado com ele no supermercado,  ai marquei hoje para um jantar. –Sorri
Meu deus, a pessoa que eu não queria ver nunca mais era ele.Argh, porque a Aplil tinha que me castigar desse jeito em? Porque?
Aplil: Você me ajuda a fazer o Jantar?
Eu: Se eu não me matar antes, vou ver –Digo sacartica.
Aplil: Ah  para por favor Mari, para de frescura affz.
Eu: Então você esqueceu o que ele tinha feito comigo depois de 2 anos não é?
Aplil: Não, eu não esqueci. Alias, eu sei que vocês se amam, então me agradeça –Sai da cozinha
Eu: Isso sai, antes que eu jogue um pau de macarrão em você

(Autora: Hum, pau de macarrão em? Hehe :D/ Mari: Diretora, você gosta de aparecer em/ Autora: Magina u.u hehe e.e)

       Suspirei pesado. Porque a Aplil faz isso comigo? Porque?

       Depois de ter feita minhas panquecas, e ter comido é claro, sentei/deitei no sofá. Liguei a tv e fiquei caçando alguma programação interessante para mim, mas nada me interessava naquele momento.

       Minha mente viaja no sonho e ao mesmo tempo no jantar que terá hoje. Em pensar que eu veria ele não me trazia boas lembranças... as lembranças que ele me iludiu um dia. Pensei se eu tivesse encontrado aquele colar talvez isso nunca aconteceria, não conheceria ele e, estaria vivendo minha vida talvez sendo uma famosa escritora. Minha vida seria completamente diferente do que é agora, um sonho realizado sem um "Justin" aparecer em minha vida. Estaria certo não é?


      Suspirei pesado, hoje não seria um bom dia.

---------------------------------------------------#---------------------------------------------------------
     Olha quem finalmente resolveu aparecer: Eu \o/ rsrs poisé, estou meses sem postar VOPC e finalmente eu postei. Pode dizer que vai chover u.u 
     Enfim, sentiram minha falta? Magina que sentiram, estão querendo me matar por demorar tanto para postar. Poisé, mil tretas -q 
     Pra falar a verdade, estava com saudades de postar. Sério, eu me relutava mentalmente em "Tenho que escrever, tenho que postar", mas pelo que eu vi sou movida a incentivo. Ou seja: Me incentivem bastante para terem o próximo capitulo rapidinho u.u (Que autora exigente...).
     Bem, o que me impulsionou a postar foi a ideia que minha amiga belieber deu. Se der certo a ideia, direi para vocês e espero que gostem da surpresa <3 
     Enfim, até a próximo capitulo, terá muitas surpresas e treta <3 Bye bye! 




domingo, 1 de março de 2015

Aniver de Justin Bieber!




Jossy: Hello girls and boys of my heart <3
Mari: Desde de quando você fala ingles Jossy? O.o
Jossy: Desde eu decidi aprender XD
Mari: ¬¬
Jossy: -Pego um megafone–ATENÇÃO TODOS OS ATORES DE VOPC ENTREM E SE AJEITAM NO PALCO AGORA!
Mari: Exagerada... –Sento na cadeira do palco.
Jossy: EU OUVI MARI –Falo no megafone.
Mari: -Tampo o ouvido –OK OK DIRETORA!
Jossy: Me sinto importante quando me chama de diretora...
Aplil: Mas você não é diretora?
Jossy: Sou u.u
Jack: -Entrando no palco –O que é de novo hoje?
Jossy: COMO PODE ESQUECER? –Falo no megafone.
Mari: Diretora, pare já com isso!
Jossy: Eu paro quando eu quiser u.u –Jogo o megafone para o staff –Não lembro de ter você aqui mas tudo bem.
Jack: -Olhando em volta –Qual é a surpresa?
Jossy: Surpresa.

Mari: Perai... cade o Justin?
Jossy: Oh... finalmente alguém esta lembrando...
Aplil: Hoje não seria aniversario do Justin?
Jossy: ALELUIA! Vem cá Aplil, me da um abraço.
Aplil: Okay... –Abraço.
Mari: E isso explica que ele não esta...?
Jossy: YES!
Mari: Ah... mas qual do Justin? Nem ta do VOPC... nem do Love Christmas...
Jossy: Mari, por acaso andou espiando a gravação de Love Christmas?
Mari: Bem... li o sclip...
Jossy:...
Mari: Ops...
Jossy: Depois eu resolvo com você Mari. Agora... TA PRONTO?
Staff: Ta.
Jossy: ENTÃO ENTREM OS JUSTIN DAS HISTORIA!

 ~EntraJustin’s das historias e sentam na cadeira~
Mari: Você vai confundi todo mundo diretora! Há vários Justin, até aquele que nem lançou o filme...
Jossy: Sem... spoiler...
Mari: Sorry.
Jossy: Como eu pensei bem pensado, eu numerei cada Justin’s daqui.
Aplil: Numerou...?
Jossy: Simples, temos o Justin 1 que todos vocês conhecem
Justin1: Ola minhas lindas –Pisca-

Jossy: Justin 2 de Love Christmas
Justin2: Oi pessoal.

Jossy: Justin 3 de Camp Love and Music….
Justin3: Não ligo que não se lembrem de mim. Ola lindas.
Mari/Aplil: Coincidencia...
Jossy: Justin 4 de uma historia... er...

Justin 4: De fato não sei o porque eu estar aqui... e meu nome não é Justin, é Victor. Victor Bieber
Jossy: Sorry Victor, mas queria convidar todos os Justin então... 
Victor: Não me importo. 
Jossy Enfim queria prestar essa homenagem a todos vocês Justin's... e não Justin. Queria dizer que mesmo vocês em historias diferentes, são o mesmo Justin...
Mari: Melhor pular essa parte... 
Jossy: Cale-se Mari. Continuando, mesmo com personalidades diferentes, vocês são de um verdadeiro Justin Bieber. 
Justin1: Há outro Justin? O verdadeiro? 
Jossy: Sim, um Justin que, é diferente ao olhos de um Belieber e ao olhos da Mídias maliciosas. 
Mari: Que filosófico. 
Jossy: Nem consigo acreditar que aquele menino de 16 anos quando conheci, agora é homem e tem 21 anos... passou tão rápido. Sinto falta sim daqueles tempos, mas tenho orgulho do mesmo atuais. Sei que ano passado ele teve seus problemas mas, todo mundo erra um dia. Ele percebeu seus erros e quer conserta-las, porem há midias que não percebe isso. Eu acredito no Justin, e sinto que esse ano será bem diferente do ano anterior, bem mais melhor para ele. 
Mari: -Pega lenço - Essas palavras... são... 
Jossy: Isso que eu sinto. Essa manhã eu nem acreditava que era 01 de março, dia que o Justin nasceu. Ele sempre estará no meu coração até eu envelhecer. Lembrarei daquele garoto com sua franja jogada de lado, lembrar como eu me apaixonava por ele cada vez por ele. Sua voz que foi mudando, como suas musica cada vez mais lindas... -Respiro fundo. 
Justin's: Obrigada Jossy. 
Jossy: Justin foi minha inspiração para escrever essas historias daqui nesse lugar. -Olho para a câmera -Alias peço desculpa por estar dias, meses e semanas sem postar algo. Hoje decidi fazer essa homenagem. Homenagem a Justin Drew Bieber.



 Em 01 de Março de 1994, às 00:56 nasce um garoto, um anjo, agora homem. Obrigada por existir! 













Jossy: Obrigada a vocês que assistiram. Até a próxima. -Faço referencia. 
  -Fecha a cortina. 



----------------------------------------x----------------------------------
Hello gente? Sei que estou sumida mas, essa semana prometo voltar a postar. Kisses e até logo <3

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Love In Christmas: Nono capitulo

                                                           - 2 dias depois-
 
 
                                                                -A Tarde-
 P.ov de Justin
       Estava com minha mãe ajudando ela a preparar o bolo... na verdade eu pegava o que ela pedia já que ela falava que eu era criança e eu poderia me sujar...
 Pronto o bolo, terminei de lavar a louça.
 
Pattie: Justin filho, chame sua irmã para vir comer bolo.
Justin: Esta bem mamãe. –Sorri
 
       Subi a escada e adentrei pelo corredor dos quartos. Parei na porta de (Seu nome) e bati na porta. Como ela não me respondeu, adentrei pelo seu quarto olhando-o em volta. Pousei meus olhos na pequena deitada na cama mexendo em seu celular.
 
Justin: Pequena, a mamãe me pediu para...
(Seu nome): Eu deixei você entrar aqui? –Me olhou séria me cortando.
Justin: Ora mais você nem...
(Seu nome): Justin, você poderia ter esperado, e não ter entrado no meu quarto. Não se deve entrar no quarto de garotas sem esperar ela dar permissão. –Disse voltando seus olhos para o celular.
Justin: Mas qual o problema? Eu sou o seu irmão e não teria problema se eu entrar aqui...
(Seu nome): Um irmão que esquece de sua irmã e nem dá noticia, depois aparece depois de anos. –Disse sem tirar os olhos do celular.
Justin: Ora (Seu nome), você deveria ter me entendido que não foi minha culpa! O meu pai não me deu escolha!
(Seu nome): Huhum, acredito honey, acredito.
Justin: Olhe para mim e diga se eu estou mentindo?
 
         (Seu nome) não tirou nenhum segundo os olhos do seu celular. Irritei e pulei na cama para tentar pegar aquele maldito celular, e ver quem ela tanto conversava. Porem ela me impedia levando o celular para o alto. Sem perceber, eu havia meio que subido em cima dela para tentar tirar o celular dela. Só percebi quando nos olhamos ocorrendo um pequeno acidente: Nossos lábios tocaram de leve, mas pude sentir. Nos separamos rápidos, me levantei na hora mexendo no cabelo.
 
Justin: Er... você vai descer né?
(Seu nome): Vou.
Justin: Esta bem... até ali. –Apontei a porta e sai do quarto com passos rápidos.
 
         Droga, essa cena grudou em minha mente. Desci rápido a escada aparecendo na cozinha ofegante.
 
Pattie: Justin? O que houve? Parece que veio na maratona...
Justin: Desculpe mãe... –Respirei fundo me recompondo, ou tentando. –Acho que desci a escada muito rápido...
Pattie: Cadê a (seu apelido)?
Justin: Disse que vai descer daqui a pouco.
Pattie: Ok então.
 
          Sentei na cadeira do balcão. Respirei fundo mais uma vez. Aparece  a pequena, quando nossos olhos se encontraram, ela olhou para outro lado e se soltou na cadeira um pouco longe da vista. Mamãe coloca os pratos de bolo na nossa frente.
 
Pattie: Querem beber o que crianças?
Justin: Pode ser leite
(Seu nome): Suco.
 
           Olhei a pequena que comia seu bolo tão... linda... De fato ela havia ficado linda com o tempo... Porem me deixava triste o que ela sempre dizia, eu não havia esquecido ela, nem sequer um minuto. Sempre que ia dormir, eu olhava a foto dela e sorria, queria poder dizer isso mas como se ela nem me ouve?
 
Pattie: Filho, aqui seu leite –Colocou ao lado do meu prato –Não vai comer o bolo?
Justin: Ah... sim , vou sim. Obrigado mãe.
 
           Bebi o leite e comecei a comer o bolo. Algumas vezes olhava a pequena, outras vezes nossos olhos se encontravam, mas sentia que continuava o mesmo: Ela sentia raiva de mim e eu não sabia o que eu tinha que fazer para ela me perdoar.
  Mas além disso, aquele acidente sempre vinha em minha mente fazendo as vezes meu coração acelerar.                 
 
 
----------------------------------------------------------#-----------------------------------------------------------
E ai pessoal, como estão? Sorry por demorar tanto pra postar, não me matem em rsrsrs.
 Então, o que acham desse capitulo? e.e foi quase beijo, um selinho podemos dizer... ou não e.e hehehhehehehhehe
 Ansiosas para o próximo capitulo? ehehhehe e.e será interessante esses próximos capítulos hehehhe e.e
 Talvez eu poste amanhã... ou depois da manhã... assim que eu terminar, eu postarei :3

Respondendo On:
Fãs Anônimas: Poisé, que ousadia em? e.e hehehehhe talvez você goste... hahhaa
 Então é isso, beijos até <3
 
 
 
 

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Love In Christmas: Oitavo capitulo


P.ov de Justin

 Estava  conversando com a mamãe aproveitando que a pequena tinha ido ao colégio e que jaja estava chegando. Ainda hoje estou surpreso em como a (seu apelido) tinha mudado, não só no estilo mas seu modo de falar.

 Ouço a porta de a sala ser aberta e entra a (seu apelido) com algumas garotas. Um ruiva, morena e loira.

(Seu nome): Mãe, eu e minhas amigas iremos estudar na cozinha ok?
Pattie: Ok

 Olhei por cima do sofá discretamente as vendo indo para a cozinha. Tive uma brilhante ideia com isso...

Justin: Mãe, eu vou fazer uma brincadeira com a pequena ok?
Pattie: Confesso que sentia falta das suas brincadeiras com a (seu apelido)...
Justin: Haha eu também!

 

Pov de (Seu nome)

 Eu, Hazel,Lily e Shopia fomos para a cozinha para estudar. Bom, eu achei um melhor lugar pois, não queria levar para o meu quarto agora. Sentamos  à mesa, Hazel ao meu lado e Shopia e Lily ficou na nossa frente. Cada uma pegou um caderno.

Hazel: O que vamos estudar migas?
Eu: Que tal matemática?
Shopia: Pode ser honey.

 Folhei o meu caderno procurando a lição de matemática. Fiquei meia que distraída que nem reparei que as meninas estavam como posso dizer, dando seus gritinhos.

Shopia: Oh my god, que isso meu deus? Que perfeiçãoo. –Cochichou para a Hazel
Hazel: É um deus grego só pode!
Lily: Um paraíso para os olhos!

 Ergui meus olhos para ver o que deixaram as meninas eufóricas e vi uma imagem que nem to acreditando que poderia ser: Justin sem camisa na geladeira bebendo agua na garrafa. Ótimo, aquilo estava muito sexy mas, porque ele estaria ali?

(Seu nome): Hey Shopia,Lily e Hazel, parem com isso e prestem atenção na lição!
Shopia: Esse é o problema honey, não estamos entendendo a lição

 Justin virou para nos olhar, sorriu. Oh não...

Justin: Olá meninas, tudo bem?
Hazel: Yes ,e você?
Shopia: Claro, esta melhor agora –Usou a folha do caderno para se abanar de leve.
Lily: Muito bem –Sorriu apenas.
(Seu nome): Eu nem sei...
Justin: Estou bem... o que vocês estão fazendo?
Shopia: Estamos estudando!
Justin: Querem ajuda?
Hazel/Shopia e Lily: Yeeeeees!
(Seu nome): Nãoooo

 Justin ainda segurando a garrafa de agua, sentou ao lado de Shopia que parecia mais feliz do que quando compra um sapato novo. Oh god, o que será que ele vai aprontar?

Shopia: Acho melhor nós mudarmos para biologia.
(Seu nome): Mas nem começamos a estudar Shopy...
Shopia: Não tem problema (Seu apelido) –Piscou para mim –Então darling, sempre se devem usar camisinha nas relações mais, qual sabor é a melhor?
Justin: Eu não sei pois, a maioria das vezes usa o homem e a mulher que prova, não sei o que dizer...
Shopia: E você (seu apelido)?
(Seu nome): Tanto faz, pode ser aquele roxo... uva...
Shopia: Qual posição seria melhor na cama?

 Olhei incrédula ela que permanecia os olhos grudado no tanquinho de Justin. Aquilo estava me irritando.Lily e Hazel escutavam um pouco mordendo os lábios de leve.

Justin: Posição? Hmm deixa eu pensar... Tem que dizer o nome?
Shopia: Claro. –Sorri.

  Justin sorriu e passou a mão pelo seus cabelos devagar... As minas suspiraram pelo modo sexy que ele agiu.

Justin: Melhor posição seria...

 Interrompia me levantando, sem olha-las peguei o braço dele arrastando para a escada e indo a direção do corredor.

Justin: Que foi maninha? Porque esta nervosa? –Pude perceber que ele segurava o riso.

 Soltei-o e me virei olhando sério.

(Seu nome): Porque? Porque um ser aparece na cozinha daquele jeito impedindo nós estudarmos. –Cruzei meus braços.
Justin: Mas qual era o problema? Eu só fui beber um agua...
(Seu nome): Desse jeito? Vou fingir que acreditei Darling –Sai andando, porem Justin segura o meu braço.
Justin: Ora maninha, desculpe por ter feito isso... Prometo me comportar ok? –Disse abraçando minha cintura me olhando sorrindo.

 Droga, god me ajude! Prendi minha respiração ao olhar em seus olhos, mas voltei ao real empurrando-o.

(Seu nome): Obrigada, bye. –Sai andando em passos rápidos de volta a corredor.

 Assim que apareci na cozinha, vi as minas cochichando sobre o meu irmão... Minha irritação voltou.

(Seu nome): Hi honey, o papo do meu irmão esta bom né? –Falei com os braços cruzados.
Shopia: Era o seu irmão? Sorry nós nem sabia!
Hazel: Porque não nos contou sobre ele antes?
Lily: É honey, porque não nos contou?
(Seu nome): Porque vocês não me perguntaram. –Sentei-me.
Shopia: Devo dizer que seu irmão é um delicia...
Hazel: Ele é tão... fofo.
Shopia: Não só fofo, um deus grego.
Lily: Uma perfeição.

 Fechei meu caderno fazendo um certo barulho chamando atenção das duas.

(Seu nome): Podemos estudar? Ou vamos continuar a falar do meu irmão?
Shopia: Sorry honey. Iremos sim.
 
-----------------------------------------#------------------------------------
Espero que tenham gostado do capitulo :3 que ousadas elas não? e.e kkkk
Esse capitulo foi programado, o capitulo próximo sairá ou quinta feira ou sexta...
Então é isso, bjos.

domingo, 30 de novembro de 2014

Love In Christmas: Sétimo capitulo

P.ov de (Seu nome)
  Droga, idiota Justin! Como pode ter ido na minha escola, e aparecer na frente das minhas amigas? Ainda ouvi cochicho delas dizendo sobre ele.
 
Hazel: Uau que gatinho, quem será que é?
Shopia: Não sei, mas é uma delicia é.
Lily: Até que ele é fofo.
 
 Argh como pode? Já não basta ele aparecer aqui em casa, aparece logo na frente de minhas amigas?
 Fechei a porta e me joguei na cama. Peguei meu Iphone vendo varias mensagens delas.
 
Shopia: Ei miga, quem era que bofe que apareceu na sua frente?
Hazel: O boy era cute em, muito lindo ele. Qual o nome dele?
 
 Desliguei a tela do meu celular e tombei para tras. Porque tinha esse pressentimento que isso aconteceria se ele fosse no meu colégio? Isso é péssimo, definidamente péssimo.
 Troquei de roupa, prendi meu cabelo em rabo de cavalo e, respirando fundo sai do meu quarto. Desde ontem eu ainda não acreditei que ele veio depois de 8 anos para passar o natal com nós. Ah como pode? Depois de ter nos deixado, prometido que irei me visita, mandar noticias, mas, isso foi apenas no começo. Agora ele tem a cara de pau de aparecer na nossa casa dizer que quer passar o natal com nós? God.
 Descia a escada lentamente até escutar a conversa de minha mãe com ele.
 
Justin: Como assim? Quer dizer que quando ela completou 14 anos ela começou a se vestir assim?
Pattie: Sim, até fiquei surpresa no começo já que ela amava tanto roxo. Agora prefere rosa e sempre fala algo difícil de compreender, mas finjo entender.
 
 Como assim mãe? Não podia perguntar? Desci completamente e, pensei em ficar apenas escutando o que eles conversavam, mas achai feio então resolvi entrar na cozinha fingindo não estar ouvindo-os. Entrei na cozinha, fui a direção da geladeira, abrindo-o e pegando uma garrafa de agua. Percebi que eles pararam de conversar e me encararem, ignorei.
 
Justin: Não pensava que a pequena mudaria tanto! Estou surpreso...
(Seu nome): Não cheguei a mudar tanto –Me virei olhando-os –Talvez nem tanto como você.
Justin: Como assim? Eu mudei nada.
(Seu nome): Oh será? As if! God. –Virei meus olhos e guardei a garrafa de agua depois de ter colocado a agua no copo.
Justin: Pequena...
Pattie: Filha, porque esta tratando seu irmão assim? Não esta feliz que ele tenha voltado?
 
 Fechei a porta da geladeira encarando ele.
 
(Seu nome): Como eu disse, ele deve ter me esquecido. –Sai da cozinha.
 
 Mudado? Bem, eu até mudei. Me tornei mais feminina, patricinha digamos, possuo um grupo de Pattys que seriamos: Shopia, Hazel e Lily. Somos um grupo popular, chamamos de Sexy Love. Somos de fato um grupo sexy, mas nada vulgar claro.
                                                              [...]
Deitei em minha cama e, peguei meu Iphone vendo as mensagens delas. Infelizmente tinha que responder.
“É meu irmão honey.”
Tenho certeza que amanhã elas irão fazer mil e umas perguntas. Dormi
                                                              [...]
Shopia: Sério? Ele é seu irmão honey? –Perguntou a animada ruiva.
(Seu nome): Yes honey. –Olhei meu celular tentando que meio que “fugir do assunto”
 
 Eu minha girl’s estava na quadra vendo os jogadores de basquete jogarem. Hoje não teria treino de lideres, isso era bom.
Hazel: Ele até que é cute...
Shopia: Cute não, sexy.
 Continuei a mexer no meu celular tentando ignorar o que ela dizia. Droga por que ele tinha aparecer ontem na frente delas? Agora elas vão ficar perguntando monte de coisas sobre ele.
Lily: Honey, ele tem namorada?
 
 Balancei a cabeça em sinal negativo ainda mantendo meus olhos no celular. Ouvi gritinhos de comemoração então finalmente levantei o olhar para olha-las.
 
Shopia: Isso é ótimo... –Sorria de orelha a orelha.
(Seu nome): Darling...O que esta planejando?
Shopia: Porque não vamos na sua casa hoje?
(Seu nome): Hoje?
Shopia: Como teremos prova essa semana, porque não estudamos na sua casa como nós fazíamos de costume? –Sorri assim como as outras meninas.
 
 Sabia muito bem que elas não queria estudar e sim, conhecer meu querido irmão. Queria dizer não, porem não tive escolha. Suspirei e assenti ouvindo outra comemoração exagerada delas.
 
-------------------------------------------#-----------------------------------------------------
Ihhh o que será que vai acontecer em? e.e kkk espero que tenham gostado do cap :3
Perdão pela demora para postar, e ficarei sem net essa semana T^T Buaaah mais programei o capitulo de terça feira \o/ eeeeh.
 
Respondendo:
Fãs Anônimas: Chegou o presente? :3 shsushus fez bom uso? e.e kkk bjos.
Anonima: Bem, o VOPC vai demorar um pouco para ser postado pois estou editando/arrumando ele :3, mas postarei em breve :3 bjos
 
Então é só isso, sonhem com Justin :3 bjos.

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Love In Christmas: Sexto capitulo


P.ov de Justin

    Assim que acordei, mesmo sonolento olhei para a janela e vi que já tinha amanhecido... Oh não, a aula da pequena!

    Sai correndo para o banheiro me trocar. Depois de vestido peguei o óculos escuros. Sai do meu quarto indo para a cozinha onde eu encontro minha mãe parece preparando o almoço.

Justin: Droga mãe. Eu acabei dormindo demais, nem deu tempo de levar a pequena a escola...
Pattie: A (Seu nome) já foi com suas amigas filho! Alias, ela já já estará vindo.
Justin: Não tem problema, eu vou buscar ela então.
Pattie: Ta bom filho.

      Dei um beijo na minha mãe e pedi a mãe emprestar o carro e ela deixou, peguei a chave indo para o meu carro. Liguei-o e comecei a andar. Uau, como mudou aqui. Ficou até um pouco diferente... Passei em frente ao parque onde eu e (Seu apelido) brincávamos... Sinto tanta falta disso, também sinto da pequena...

       Cheguei a escola, vi que vários alunos estavam saindo da escola. Então cheguei a tempo? Que bom...

        Fiquei dentro do carro. Ficava olhando a porta do colégio e  por estranho que pareça, eu estava empolgado, ansioso. E ainda, como o tempo voa... Parece que foi ontem que ela tinha 8 e agora tem 16... Impressionante...

         Até que um grupo que estava saindo do colégio me chamou a atenção. Sai do carro para ver melhor. E um grupo de 3 garotas cercada com 2 garotos. Os garotos pareciam ser jogadores de basquete e as garotas parecem ser lideres de torcida pela vestimenta...Que roupa são aquelas? Confesso que as achei bem estilosas mas eram chamativas ... Saias, blusa...

        Meus olhos arregalaram quando vi que aquela menininha que vi ontem estava usando aquelas roupas. Sai do meu carro rápido, ainda mantinha os olhos nela. Como por ser? É ela mesma? Ela virou uma... Patricinha?

         Vi que todos olhavam para ela, aquele grupo parecia ser o centro das atenções. Ainda continuei com a boca aberta.

          Eles já estavam pertos, (Seu apelido) conversava animada com as meninas, nem percebendo que eu chegava perto dela.

Justin: (Seu nome) ?

          (Seu nome) olhou para frente, seu sorriso sumiu se mostrando surpresa.

(Seu nome): O que esta fazendo aqui?
Justin: Vim te buscar.
Xx: Miga, o conhece?
(Seu nome): Er... Sim... Depois explico a vocês. Bye bye, kisses –Despediu delas e deles.

       (Seu apelido) passou por mim rápido, entrou no carro emburrada. Entrei depois, pus o cinto e liguei o carro.

(Seu nome): Não era necessário vir me buscar.
Justin: Porque não?
(Seu nome): Porque não sou nenhuma criança que precisa alguém vir me buscar –Disse cruzando os braços, e olhando para a janela parecendo emburrada.

         Ri pelo gesto que ela havia feito, tirando a parte de suas roupas serem bem... meia curtas digamos assim. (Seu nome) bufava de raiva até chegarmos em casa. Desceu do carro batendo a porta forte assim que pegou sua mochila e adentrou.

Justin: (Seu apelido), pequena espere.
(Seu nome): Mãe cheguei –Fechou a porta na mesma hora que eu ia entrar, a sorte que eu parei a tempo.

         Abri a porta percebendo que ela havia subido a escada. Droga o que houve com ela? Eu que deveria estar assim mais não, estou apenas não entendendo o que esta havendo.

Pattie: Justin? –Apareceu minha mãe enxugando suas mãos.
Justin: Hm? –Virei para olha-la, já que fiquei olhando a escada onde a pequena havia subido rapidamente.
Pattie: Houve algo?
Justin: Mãe, podemos conversar?
Pattie: Claro, o que houve?

          Sentei na cadeira do balcão. Suspirei pesado.
 
---------------------------------------#-----------------------------------
Espero que tenham gostado :3

Respondendo On:
Fãs Anônimas: Shsuhsu e.e então você já experimentou? e.e -q Parei. Presente dia 21, mandando 0/ kkkk. Bjos

 Talvez eu poste na quarta-feira... já que estou sem net, então se eu não postar, postarei sexta-feira ok? o/ Kisses

Tradutor